segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Papai estou com medo

Papai estou com medo! Esta foi a frase que escutei de minha filhinha de apenas 2 anos, quando ela viu de perto, pela primeira vez um cachorro de uma casa onde nos hospedamos neste início de ano. Estar em meus braços para ela, era o que lhe passava segurança, era algo que lhe restaurava a paz, que lhe trazia sorriso ao seu belo e doce rostinho.

2016 fora um ano difícil, perdas, lutas, derrotas, lágrimas foram constantes neste ano que há pouco se encerrou. E neste início de ano, as circunstâncias, levam meu coração a dizer: Papai (do céu) estou com medo!

São tantos desafios, tantas lutas, tantas decisões a tomar que fico com o coração apertado... Mas eu sei em quem tenho crido, eu sei que Deus cuida de mim, que Ele me amou, a ponto de enviar Seu único filho para morrer em meu lugar, mesmo sendo eu quem sou.

Diante do teu amor, Senhor, sinto-me carregado em Teus braços, e posso sorrir, sentindo segurança, mais do que a que a minha filhinha sentiu em meus braços, pois, por mais amor que eu a tenha, não posso salva-la de todos os seus temores, mas Tu ó Deus és o nosso refúgio e fortaleza, socorro em meio às tribulações.

"Em ti, pois, confiam os que conhecem o teu nome, porque tu, SENHOR, não desamparas os que te buscam." Salmos 9.10