terça-feira, 25 de setembro de 2012

Ainda sobre o poder da mídia

Ainda sobre o tema: O poder da mídia, recomendo a leitura do artigo publicado no blog católico Canção Nova.

Neste artigo o professor Felipe Aquino traz importantes citações sobre os malefícios da TV em nossos dias, inclusive com um mea culpa do Walter Clark, falecido em 1997, fundador e ex-diretor da TV GLOBO.

Além disto o artigo nos incita a sair da passividade, atuando como freio desta mazela que ajuda deteriorar ainda mais a já destruída sociedade brasileira.

Segue o link.

Que Deus nos use como sal da terra.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

O poder da mídia


Tive o privilégio de lecionar sobre o tema: O poder da mídia, e é impressionante perceber o quanto a mídia, especialmente a televisiva, tem ditado e imposto valores e costumes sobre a vida das pessoas, sobre a sociedade.

Na aula tivemos excelentes participações, uma em especial, me fez aprender e perceber algo muito sutil que ocorre: quando a Rede Globo, em suas novelas, tem algo que eles querem passar como normal, além de colocar seus atores para vivenciar aquilo, o jornalismo dela procura e expõe essas situações em alguns raros, mas reais casos. A estratégia é influenciar mostrando que o que os atores estão vivendo é algo normal que acontece.

A manipulação é grande, e a estratégia mais utilizada é a de mostrar situações anormais, como normais. Eles massificam a ideia a expondo várias vezes (em novelas diferentes), e de tanto as mostrar, acabam criando o sentimento em seus telespectadores de natural.

Vivemos num país corrupto, numa sociedade corrupta, mas como ser diferente? Eu não me lembro de uma novela brasileira que não mostrou pessoas se corrompendo, roubando as outras, brigando para tomar os bens dos outros. Sob o hipócrita argumento de que estão mostrando a realidade, as novelas ensinam como enriquecer mesmo que de maneira ilícita.

O desserviço para a sociedade é tremendo, além de atacar a principal célula de uma sociedade sadia: a família; as novelas, em sua maioria, apregoam, o divórcio, o adultério, o sexo sem responsabilidade, a libertinagem, a vida fácil, a homossexualidade, a bigamia, entre outras coisas, que ferem a ética e os bons costumes.

Em seu blog, o professor Felipe Aquino, coloca com um dos fatores para o alarmante crescimento do número de estupros no Brasil, a nociva ação da mídia, impressa, da internet e televisiva ao sexo "fácil, seguro" e eu ainda acrescentaria sem consequências.

Sem contar na clara inclinação ao misticismo e ao espiritismo, atacando o Cristianismo, sempre o mostrando de forma caricata pessoas que têm a fé cristã, enquanto estas religiões orientais são colocadas como virtuosas.

Há quem tenha se levantado contra estes abusos e desserviços, embora, por falta de educação e aqui falo de instrução e senso crítico, a maioria das pessoas vão consumindo a porcaria que lhes são veiculadas.

Em 1993, o falecido Cardeal, Dom Lucas Moreira Neves publicou, no JORNAL DO BRASIL, um famoso artigo sobre a televisão brasileira. Com o título de J’ACCUSE! (Eu acuso), Dom Lucas afirmava, entre outras coisas:

“Eu acuso a TV brasileira pelos seus muitos delitos. Acuso-a de atentar contra o que há de mais sagrado, como seja, a vida…”. “Acuso-a de disseminar, em programas variados, ideias, crenças, práticas e ritos ligados a cultos os mais estranhos. Ela se torna, deste modo, veículo para a difusão da magia, inclusive magia negra, satanismo, rituais nocivos ao equilíbrio psíquico.”
“Acuso a TV brasileira de destilar em sua programação e instalar nos telespectadores, inclusive jovens e adolescentes, uma concepção totalmente aética da vida: triunfo da esperteza, do furto, do ganho fácil, do estelionato. Neste sentido merece uma análise à parte as telenovelas brasileiras sob o ponto de vista psicossocial, moral, religioso [...]
“Qual foi a novela que propôs ideais nobres de serviço ao próximo e de construção de uma comunidade melhor? Em lugar disso, as telenovelas oferecem à população empobrecida, como modelo e ideal, as aventuras de uma burguesia em decomposição, mas de algum modo atraente”.
“Acuso, enfim, a TV brasileira de instigar à violência: A TV brasileira terá de procurar dentro de si as causas da violência que ela desencadeou e de que foi vítima [...]”.
E assim caminha nossa nação, nossa sociedade, enquanto nós literalmente assistimos às novelas, aos BBBs, e tantos outros programas que nada edificam, pelo contrário, trazem a nossa mente ilusões e enganos.

Não quero com este texto pregar o isolamento, ou mesmo a radicalidade que já houve em algumas denominações cristãs de proibir os seus fiéis de assistir televisão, contudo é importante que estejamos alerta, atentos e com um apurado senso crítico para selecionar a programação de TV a que assistimos. Como afirmou o Professo Leandro Lima, em seu livro de teologia bíblica, Cristãos no Século 21 - Os dilemas e oportunidades da época atual, dar audiência a programações nocivas, é entre outras palavras, concordar com o que se está sendo nocivamente transmitido.

Por fim, incentivo a você que me ler, a se voltar para a bíblia, ela sim, traz os valores e princípios, não só para um sociedade sadia, mas para uma vida plena, cheia de satisfação nAquele que é o nosso Salvador, Jesus Cristo, o Senhor. A Ele sejam dadas: A glória e a honra, hoje e sempre, amém!

"Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento." Filipenses 4:8

Tetelestai



Está consumado, está pago, está quite, está finalizado...
Estas são algumas das expressões que traduzem esta palavra falada por Jesus Cristo na cruz. Aleluia, está terminado, Jesus, cumpriu sua missão, atendeu à justiça de Deus, pagou o preço pelos nossos pecados, e com isto nos resgatou...

Você não está conseguindo entender bem? Deixa eu te explicar!

Deus criou o homem para o louvor de Sua glória, infelizmente o homem preferiu se rebelar contra Deus, e pecou comendo da árvore do conhecimento do bem e do mal. A partir dai o homem morreu, não que o homem tenha deixado de viver sobre a terra, mas morreu para o bem, visto que todo o desígnio dele passou a ser mal. O homem em si, por mais que tentasse, não conseguia agradar a Deus, ou mesmo fazer por merecer a Salvação.

Para satisfazer a justiça de Deus, que já havia dito que o salário do pecado é morte, precisava um justo morrer, e este justo, foi o único filho de Deus, Jesus.

Jesus veio ao mundo, andou e viveu aqui, depois de 33 anos, Ele foi morto, e morte de cruz. O Justo morrendo pelos injustos, nesta hora de agonia e dor, nesta hora de tensão, Jesus olha para o céu, e consciente que do que estava fazendo, ele brada: TETELESTAI!!!

Jesus me amou, não porque em mim, tivesse algo de bom, não porque eu seria uma pessoa honesta ou coisa parecida, mas Ele me amou pelo soberano conselho de Sua vontade. Jesus me amou tanto que deu a sua própria vida em pagamento pelos meus pecados.

Jesus me amou! Glória a Deus! TETELESTAI! Está pago. A minha dívida foi paga por Jesus. Agora eu posso me aproximar de Deus por sua mediação, posso me achegar a Deus e chamar-lhe Pai.

O que me cabe agora é glorificar a Jesus, o meu salvador, Aquele que disse TETELESTAI!!!

TETELESTAI, Aleluia!

Deus é o criador do universo

Alguém já disse que: quanto mais os cientistas estudam, mais certeza se tem que a disposição de tudo no universo favorece a vida na terra. Outros dizem que se o sol estivesse numa distância da terra diferente, mesmo que pequena, não haveria vida na terra.

Respeitados cientistas confirmam através de cálculos e probabilidades que não há possibilidade de sermos resultado do acaso. A grande questão é, por que a ciência como um todo não admite a existência do Criador?

Romanos 1:20-22 vai nos responder:
"Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis; porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos,"
Deus se revela ao homem seus atributos através de coisas visíveis:
"Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos."Salmos 19:1

Mas o homem preferiu não glorificar a Deus, e obscureceram seus corações e mentes para não reconhecer Aquilo que seus olhos vêem.


É preciso mais fé para acreditar que todas as coisas existentes são fruto do acaso, do que acreditar foi resultado de uma criação intencional. Já li que acreditar que o Big bang gerou tudo que existe é o mesmo que acreditar que depois de se jogar uma bomba em um ferro-velho, após milhares e milhares de anos teremos uma Ferrari movida a energia solar

Uma vez que entendemos que somos fruto de uma criação intencional, só nos cabe glorificar ao Deus criador, Aquele que fez tudo conforme o conselho de Sua Soberana e Santa vontade. 

Que o Deus criador, nos abençoe.

Sugiro a leitura da entrevista com o Dr. Karl Heinz. Ele é engenheiro de eletrônica, graduado e pós-graduado (mestrado) pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Obteve seu doutorado em engenharia elétrica pela Escola Politécnica Federal de Zurique, na Suíça. Atualmente é professor no ITA. Sua área de especialidade chama-se Sistemas e Controle, a parte da engenharia diretamente relacionada à automação. Ele é membro da Igreja Batista em São José dos Campos.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

O que lhe faz chorar?

Ultimamente tenho chorado mais vezes, tenho chorado e ficado triste pelos meus pecados, pela minha natureza caída e corrupta, tenho chorado por ver o quão vil eu sou. Mas choro de alegria também por ver o amor, a graça, o perdão, a misericórdia, a bondade, a paciência, o cuidado que Jesus tem por mim. Porque o seu amor é incondicional, a sua graça é imensa, o seu perdão é completo, a sua misericórdia se renova a cada manhã, a sua bondade é parte integrante de sua essência, sua paciência é muito grande, o seu cuidado é perfeito. Como não chorar, emocionado, por ver tanto amor, por tão pouco (eu).

Mas choro e fico triste também ao ver as pessoas sofrendo, gostaria de não os ver assim, choro por vê-las caminhando distantes de Deus, sem esperança, sem significado. Choro por ver que embora sejamos mais de 30% de evangélicos no Brasil, temos vivido um cristianismo de menos de 1% de verdade. Nossa nação continua sendo uma das mais corruptas do mundo, resultado de um povo sem educação, sem valores bíblicos, sem qualquer apego e temor a Deus. Quando compramos um CD pirata, quando compramos algo sem nota, só para pagar menos, quando ultrapassamos em lugar proibido, quando negociamos a verdade, entre tantas outras coisas, desagradamos a Deus, ferimos à Sua santidade, e por isso, diante de Deus, somos indesculpáveis.

Mas ai, novamente eu choro e me alegro, por saber que apesar do que eu sou, Jesus se entregou para morrer em meu lugar. Choro e fico triste por saber que o sofrimento que Ele passou, era para eu sofrer, que o meu pecado lhe causaram mais dores do que os pregos que lhe cravaram as mãos e os pés. Eu choro e me alegro por saber que apesar de merecer ser condenado, Jesus me salvou. Aleluia!!!

No entanto, agora chorando, oro a Deus, pedindo que me ajude a lhe ser fiel, me ajude a seguir a sua palavra e a ser sal da terra e luz do mundo, como Ele, através de seu Glorioso Filho nos disse.

Choro agora, alegre e triste, mas sei que um dia não mais chorarei, pois para o céu irei, e por isso, chorarei feliz agora lutando para me santificar, para viver de maneira agradável ao meu amado Deus. Chorarei feliz em cada passo que eu der, na árdua luta contra a minha própria natureza, lutando para ser um homem segundo o coração de Deus.

O que lhe faz chorar?

"Bem-aventurado os que choram, porque serão consolados" Mateus 5:4

Que Deus nos abençoe