sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Minhas riquezas


Pensando sobre todos estes anos de vida que já vivi, fiquei observando como sou um felizardo, como sou um bem aventurado, como sou abençoado por tudo que tenho:

Recebi gratuitamente de Deus a salvação, por meio de Cristo, que muito me amou, morrendo em meu lugar numa cruz. Recebi também de Deus uma maravilhosa família, meus pais, meus irmãos, meus sogros, meus cunhados, meus demais parentes, meus amigos, meus irmãos na fé. E claro, minha amada esposa e meus dois filhotes, Biel, o amigão de papai, aquele que consegue me fazer sorrir mesmo em momentos de dor, e Bia, a minha linda garotinha que Deus está tecendo ainda no ventre de minha esposa.

Deus está em primeiro lugar na minha vida, mas depois dEle não há nada que tome o lugar que está reservado a estes meus três amores, eles, Claudinha, Gabriel e Beatriz, são as minhas maiores riquezas nesta terra.

Eu sou um homem rico, riquíssimo, pois tenho tudo o que preciso para ser o homem mais feliz do mundo, tenho Deus em meu coração, e tenho uma linda e amada família.

Deus os abençoe hoje e sempre, que Deus os conduza em Sua graça e que lhes faça felizes.

Obrigado Senhor Jesus, eu não mereço nem 0,000000001% disto, mas mesmo assim, muito obrigado!!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.”




Parando para meditar neste versículo que se encontra no livro dos Salmos, capítulo 30, versículo 5b, tirei algumas lições que considerei muito relevantes para a minha vida:

A primeira lição é que mesmo para aqueles que são servos do Senhor, choram. Os problemas são inerentes à vida dos justos e dos ímpios. A diferença está na forma como os justos reagem, na forma como os justos esperam no Senhor e enfrentam estes momentos de dor, de choro.

A segunda é que as noites nem sempre duram 12 horas, por vezes duram mais, por vezes duram menos. O tempo de Deus não é guiado e nem pode ser medido pelo nosso tempo, mas durante estas noites, devemos nos alegrar, como nos ensina o livro de Tiago, capítulo 1, porque a provação da fé, uma vez confirmada, produz a perseverança.

A terceira é que o consolo do final do versículo nos impulsiona a continuar a caminhada, pois a alegria virá ao amanhecer, ou seja, para os cristãos, sempre haverá um final feliz, SEMPRE! E quem nos garante isto é o próprio Deus, Ele é quem nos garante a vitória em Cristo, porque nEle somos mais do que vencedores.

Por isto, quando chegarem as noites, e a dor for intensa ao ponto de lhe fazer chorar, chore, pode chorar, mas chore, lembrando-se de que Deus está no controle, de que Ele nos prometeu que este choro durará uma noite (um tempo), e que logo em seguida virá a alegria do amanhacer.

Que Deus nos conduza em santidade e graça.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

As ondas atendem ao meu mandar: Sossegai!




Uma das boas lembranças que tenho de minha infância é a da minha mãe cantando suavemente um hino para eu dormir.

A música que ela cantava que eu mais gostava era uma que narrava um diálogo travado entre Pedro (pescador) e Jesus (Rei do Universo).

Pedro guiando o barco se percebe em meio a uma tempestade que chacoalhava o pequeno barco de pesca de lado para ou outro. Jesus enquanto isto dormia calmamente. Desesperado Pedro o acorda e diz mestre vamos morrer. Jesus, amorosa e poderosamente, acalma a tempestade.

Talvez hoje você esteja passando por uma tempestade, talvez as ondas, muito maiores do que você o têm impelido de um lado para outro, e você se vê apavorado, não enxergando nada, a não ser o fim. Talvez sejam as ondas da crise financeira, ondas do desemprego, ondas das incertezas, ondas dos problemas conjugais, ondas do medo, ondas de pavor.

Mas o que eu sei é que as ondas atendem ao Seu mandar, o mandar de Cristo, o mandar do Rei dos reis, do Senhor dos senhores, dAquele que vive e reina para todo o sempre. E é por isso que mesmo em meio a tantas tribulações, eu sei em quem posso confiar: JESUS.

Ele é a minha fortaleza, Ele é a minha rocha, Ele é a minha esperança, Ele é a minha sombra, Ele é a minha direita, Ele é o meu salvador, Ele é o meu bem maior, Ele é o meu Deus.

A letra do hino citado acima diz:
"Ó Mestre o mar se revolta, as ondas nos dão pavor. O céu se reveste de trevas, não temos um Salvador. Não se te dá que morramos? Podes assim dormir, se a cada momento nos vemos, sim prestes a submergir?

Coro:
As ondas atendem ao meu mandar: Sossegai. Seja o encapelado mar, a ira dos homens, o gênio do mal; Tais águas não podem a nau tragar, que leva o Senhor, Rei do céu e mar. Pois todos ouvem o meu mandar, sossegai; sossegai. Convosco estou para vos salvar, sim sossegai.

Mestre, na minha tristeza, estou quase a sucumbir. A dor que perturba minha alma, eu peço-te vem banir. De ondas do mal que me encobrem, quem me fará sair? Pereço, sem ti, ó meu Mestre, vem logo vem me acudir.


Coro


Mestre, chegou a bonança, em paz eis o céu e o mar. O meu coração goza calma que não poderá findar. Fica comigo, ó meu Mestre, dono da terra e céu, e assim chegarei bem seguro ao porto, destino meu.

Coro
"

Boa viagem aos navegantes!!!