quarta-feira, 10 de outubro de 2007

...até que se tornou forte

Em nossos dias, mais do que em outras épocas, há uma constante luta pelo sucesso, busca pelo crescimento, seja na área estudantil, profissional, financeira, o fato é que esta busca por coisas que são boas, tem tirado o nosso foco de coisas que são realmente importantes para a nossa vida.

E isto aconteceu com um cidadão conhecido meu. Ele assumiu grandes responsabilidades muito cedo. Desde muito novo, ele precisou trabalhar e ralar bastante. Ele lutou, chorou, sofreu, cresceu, foi derrubado, mas foi soerguido, e lutou ainda mais, e trabalhou, e se dedicou, e investiu e, finalmente, se tornou forte. Nesta luta em muitos momentos ele reconheceu que Deus estava consigo, ele experimentou o que é ser conduzido por Deus ao sucesso, mas quando ele se tornou forte...

Como eu gostaria que não houvesse esta conjunção adversativa nesta história!
Este “mas” ocorreu justamente no momento em que ele se tornou forte. Sua vida perdeu rumo, foco, alvo, ele começou a vagar em seus próprios pensamentos, achando que era, que podia, que merecia, que fazia e acontecia, e foi ai que começou a sua total desgraça. Todos os valores aprendidos com as lutas foram, pouco a pouco, sendo deixados de lado, seus princípios foram deturpados para atender a sua nova condição, a de que como forte, “eu tudo posso”. E o final desta história é tão triste que nem gostaria de narrar, mas o fato é que este cidadão terminou a sua vida amargando a solidão, a depressão, a angústia de ter tido tudo na vida, mas de não ter desfrutado de nada.

O que eu aprendi, ao observar os erros deste cidadão, foi:
* Devo estar sempre atento para que a busca pelo sucesso, não me faça esquecer que o sucesso só pode ser pleno, se estiver de acordo com a vontade dAquele que me amou;
* Que o sucesso nem sempre é bom, pois, se para o alcançar, eu tiver que perder bens muito mais preciosos como: minha família, meus amigos, meus valores, minha fé, este sucesso não vale a pena ser buscado;
* Que estar forte exige muito mais cuidado do que estar fraco, pois como disse o apóstolo Paulo: “O poder se aperfeiçoa na fraqueza, porque quando eu sou fraco é que eu sou forte”.

Concluindo, cuidado com o preço que você tem pago para conseguir o sucesso. Cuidado porque há coisas que “não tem preço”, até porque não dá para mensurar. Quanto custa, por exemplo, um sorriso de seu pequeno filho, ao lhe ver chegar em casa? Quanto custa, por exemplo, um abraço em quem passou a vida cuidando de você? Quanto custa, por exemplo, uma conversa com quem precisa de apoio e carinho? Assim como não há como mensurar preço para estas coisas, assim também não há como resgatar oportunidades que você terá que deixar para trás, a fim de alcançar este “bendito” sucesso.

Lembre-se de que o tempo não volta, e agora é o momento de você ser feliz com QUEM você tem. E se você vier a ser forte, que você consiga ver que esta força não foi conquistada em detrimento de sua fé, família, amigos e caráter.

Um abraço mais do que forte.

Samuel Lyra