sexta-feira, 31 de outubro de 2008

É PELA GRAÇA!

Um pastor, amigo querido e servo do Senhor escreveu esta pastoral e gentilmente me permitiu divulgá-la.

Graças a Deus pela sua graça!

Boa leitura, Samuel Lyra.


Hoje, 31 de outubro, enquanto muitos – até mesmo alguns evangélicos – celebram o Halloween – dia das bruxas, muitas igrejas se reúnem para agradecer a Deus por algo que se tornou um marco da nossa história.
Em 31 de outubro de 1517, Lutero afixou na porta da Igreja do Castelo de Wittemberg as suas 95 teses, que posteriormente dariam início a grande Reforma Protestante da qual somos herdeiros há 491 anos.
Um dos principais pilares da Reforma Protestante é a Salvação pela Graça. Na época a igreja estava vendendo a salvação por meio das indulgências. Desta maneira, a salvação do homem não dependia mais da graça de Deus, mas poderia ser adquirida por meio do dinheiro. Com isso, a salvação poderia ser alcançada pelo esforço humano.
Contudo, Lutero e os demais reformadores entenderam pelas Escrituras que após a queda, o homem ficou totalmente incapacitado de salvar-se. O pecado causou a morte espiritual, conforme afirma o apóstolo Paulo: “Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados” (Ef. 2:1). Esta morte atingiu não apenas Adão, mas também toda a sua descendência, conforme nos diz o salmista: “todos se extraviaram e juntamente se corromperam: não há quem faça o bem, não há nenhum sequer” (Sl. 14:3).
Assim a conclusão dos reformadores foi que o homem está completamente incapacitado de produzir a sua própria salvação. Por mais que ele se esforce, jamais poderá salvar-se. Assim como um morto depende de alguém para ressuscitá-lo, assim como um escravo depende de outrem para libertá-lo, assim como um condenado depende de alguém para justificá-lo, da mesma forma o pecador depende inteiramente da graça de Deus para ser salvo da perdição eterna. É justamente isto que afirma o apóstolo Paulo ao dizer: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé: isto não vem de vós, é dom de Deus” (Ef. 2:8).
Nenhum homem merece a salvação. O melhor que o homem produz é insuficiente para salvá-lo do seu estado de perdição. Contudo Deus oferece salvação de graça por meio do seu Filho, Jesus Cristo. Portanto, a graça é um favor imerecido. É Deus oferecendo salvação ao perdido, vida aos mortos, liberdade aos cativos. Graça é o ato pelo qual o Deus soberano se inclina para socorrer o miserável pecador. Graça é o ato pelo qual Deus oferece aquilo que o céu tem de melhor para salvar aquilo que o mundo tem de pior.
Nos dias atuais, quando tantos vivem orgulhosamente tentando alcançar a salvação por meio de suas obras. É necessário que a igreja fale a verdade, que pregue contra o orgulho humano, mostrando que o homem confiando nos próprios méritos está completamente perdido.
Mais do que nunca, é preciso que a igreja pregue com amor, força e autoridade a doutrina da salvação pela graça.

Deus nos abençoe!

Rev. José Roberto

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Há momentos em que as palavras não resolvem...

Há um cântico que diz assim:

"Há momentos em que as palavras não resolvem, mas os gestos de Jesus na cruz, demonstram amor por nós. Foi no calvário, que Ele sem falar mostrou ao mundo inteiro, o que é o amar. Aqui no mundo, as desilusões são tantas, mas existe uma esperança: é que Ele vai voltar"

Há momentos em que o melhor é se calar, é servir como uma ovelha está indo para o matadouro, que não berra, não tenta fugir, apenas segue o seu caminho...

Há momentos em que o melhor é confiar tudo a Deus, que embora seja Santo, é misericordioso, que embora seja Justo, não nos trata segundo as nossas ações, mas segundo a Sua graça que nos salvou...

Talvez amanhã seja este o momento, talvez ao ver aqueles que se levantam contra mim, me seja melhor silenciar e aguardar o socorro dAquele que voltará.

Oh Senhor Deus, me dá sabedoria para perceber estes momentos, pois eu quero confiar só em Ti!!!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

"Coragem para viver, fé para morrer"

"Coragem para viver, fé para morrer"

Esta foi a mais marcante frase que ouvi hoje, dia 07 de outubro de 2008, no culto em que pessoas louvaram a Deus pelo exemplo de vida, amizade e fé que Simone demonstrou em todos os dias de sua vida. Ela teve coragem para viver, lutando contra um câncer que a consumia há 8 anos, mas principalmente, ela teve fé para morrer, consciente de que estava indo para os braços de Deus, levada pelo próprio Cristo.

Deus seja louvado porque Cristo venceu a morte, e nEle temos a vida eterna!

A minha oração é, Senhor me dá a coragem para viver que destes a Simone, e quando a minha hora chegar, me dá a mesma fé para que eu possa, assim como ela, caminhar com Cristo para os Teus braços.

Deus seja louvado!

Um tributo ao Deus de Simone Fuá

- Por que tu estás triste Samuel?
- Estou triste, não porque ela esteja triste, mas porque já estou com saudades, não porque ela ainda esteja sentindo dores, mas porque a falta de sua alegria me dói, não porque ache que a vontade de Deus não seja boa, mas porque a minha vontade era de ouvi-la novamente louvando a Deus.
- Samuel não fique assim! Tu não sabes que ela está com Cristo, o que é incomparavelmente melhor, não sabes?
- Sei sim...

Simone (Fuá) de longos e esvoaçantes cabelos, de voz bela e grave, de sorriso largo, de vida dedicada ao testemunho e à fé em Cristo Jesus, pela amizade e carinho com todos...
Às 23 horas e 22 minutos, dia 06 de outubro de 2008, recebo uma ligação, Simone faleceu! Em minha mente se passaram vários filmes: a lembrança do seu sorriso, da sua voz, de sua alegria, de seu entusiasmo, de sua persistência, de sua fé, de sua dor, de sua fé, de seu estado, de sua fé, de sua luta contra uma doença impiedosa, de sua fé. Neste instante a tristeza tentou me invadir, a pergunta “porque” pairou sobre a minha mente, mas logo veio o consolo, a resposta – Salmos 116:15 (Preciosa é aos olhos do Senhor a morte de Seus santos.); Romanos 8:38-39 (Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.)
Glorificado seja o Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó e de Simone, porque Ele venceu a morte, e por sua obra, nós, inclusive Simone, temos vida e vida em abundância. Obrigado meu Deus, porque Tu te revelaste a Simone, porque Tu encheste a Tua serva com o teu Santo Espírito, e agora eu tenho a certeza de que ela está contigo, tenho certeza de que quando a minha hora chegar, estarei junto com esta amada amiga e irmã em Cristo, Te louvando e Te exaltando pelos séculos dos séculos.
Certamente que o coral celestial está muito mais bonito agora, afinal destes a Tua filha uma das mais belas vozes que eu já tive o prazer de ouvir.
O nosso Deus nos deu, e Ele também tomou! Bendito seja o nome do Senhor!