quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O dia já passou, mas a mensagem continua sendo importante

Embora 0 dia das crianças já tenha se passado, mas esta mensagem continua sendo muito importante e por isso, estou postando-a. Ela foi escrita por um pastor amigo e irmão em Cristo, um sujeito por quem nutrimos, eu e toda a minha família, um carinho muito grande. Boa Leitura!


O REINO DE DEUS É O MELHOR PRESENTE PARA O DIA DAS CRIANÇAS
“... porque dos tais é o reino de Deus”. Mt. 10:14
Próxima terça-feira (12/10) é o Dia das Crianças. Essa data é muito esperada pelos pequeninos. Não poderia ser de outra forma, pois é nesse dia que as crianças se divertem e ganham presentes de seus pais, familiares e amigos. Não existe nada que alegre mais uma criança do que ganhar presentes. A satisfação é enorme!
Diante desta verdade me questionei sobre “Qual seria o melhor presente para dar ao meu filho no dia das crianças”? Logo pensei: “Darei um brinquedo do Toy Story - Um boneco do Buzz Lightyear ou do Woody”. Meu filho é fã desse desenho animado.
Então estava decidido! Minha próxima atitude seria ir ao Shopping e comprar o que considerava ser o “melhor presente”. Porém, algo ainda me inquietava. Foi quando me lembrei do texto de Marcos 10:14 que diz: “... deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus”. Nessa hora percebi que o maior e melhor presente que meu filho poderia receber já foi dado por Deus: Seu reino! Jesus!
No texto, os discípulos de Cristo tornaram-se obstáculos para as crianças viessem a Ele. Eles não achavam que as crianças fossem importantes. Os discípulos repreendiam aqueles que traziam as crianças por acharem que Jesus não devia ser incomodado por questões irrelevantes.
Muitas vezes agimos como os discípulos. Achamos que as “coisas” de Deus são para os adultos. Quem pensa e age assim comete um terrível engano. Devemos ser facilitadores e não obstáculos. Os pais, parentes e amigos devem reconhecer a necessidade de trazer as crianças a Cristo. No Reino de Deus as crianças não são apenas acolhidas, elas são tratadas como modelo para os adultos.
Sendo assim, mesmo que você dê um bom presente para seu filho, não se esqueça de dar o melhor: O Reino de Deus! Aproveite a oportunidade para falar de Jesus e do seu grande amor por nós. Aproveite para orar por ele e com ele mostrando que é possível falar com Deus. Aproveite para ler a bíblia com ele e conhecer as grandes aventuras de Noé, Abraão, Moisés, Davi, Pedro, Paulo e do próprio Jesus. Você não irá se arrepender!
Feliz Dia das Crianças!
Com carinho,
Rev. José Roberto

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Fotos de São Paulo



Só sei que havia cisto e agora não existe mais...

Umas das passagens que eu li na Bíblia com mais entusiasmo, foi a passagem do evangelho de João, capítulo 9, nela há a narrativa de quando Jesus, num sábado, cura um cego de nascença. Lendo esta passagem, viajei no tempo e fiquei imaginando como foi cada detalhe de cada personagem desta história. Um dos pontos altos para mim, nesta passagem, é quando, pela segunda vez, os Fariseus interpelam o homem que antes era cego, dizendo ser Jesus um homem pecador, ao que o antes cego, que posteriormente O conheceria e O adoraria, responde: "(João 9:25) - Respondeu ele pois, e disse: Se é pecador, não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo."

Em fevereiro de 2009, descobrimos num exame de ultrassonografia que nossa filhinha que ainda não havia nascido era portadora de uma má formação cística que tomava aproximadamente 95% do seu pulmão esquerdo, o mesmo havia empurrado seu coração para o lado direito, depois alguns exames que nos tranquilizaram quanto ao funcionamento do coração, marcamos a cirurgia para quando ela nascesse. Três meses depois, no último ultrassom, antes dela nascer, o médico, especialista reconhecido e respeitado, ficou a procura do cisto, que ele mesmo havia identificado, por mais de uma hora e não o encontrou. Novo exame comprovava que o coração havia voltado para o lado esquerdo. A cirurgia foi desmarcada, e a nossa alegria foi imensa ao ver nossa filhinha nascida. Um ano se passou e entre maio de 2010 e agosto de 2011, pneumonias em sequência, acenderam o sinal de alerta para um problema no pulmão dela. Após consulta com os maiores especialistas do Recife, e incessáveis (exames de sangue, radiografias, ultrassom e tomografia), neste último o diagnóstico foi aterrorizante, má formação cística (ATRESIA), fomos encaminhados para fazer um exame em São Paulo, no Hospital Albert Einstein, com um dos maiores especialistas do Brasil, para fazer uma broncoscopia, uma espécie de endoscopia no pulmão.

O nosso coração se abateu, em nossas mentes vieram dúvidas, e por algumas vezes, nos foi lançado a pergunta: Vocês não disseram que Deus a havia curado?

Mas o nosso Deus, que é fiel a Sua palavra, que tem poder sobre tudo e sobre todos, que tem zelo pelo Seu nome, e nos ama acima daquilo que podemos alcançar, nos atendeu a oração.

Viemos a São Paulo, hoje pela manhã, fizemos o exame, e o médico nos falou: “Boas notícias, ela não possui atresia, o que se viu na tomografia foi o resquício da pneumonia, não será preciso operá-la”.

Nosso coração se encheu de alegria e gratidão a Deus, nossa fé foi fortalecida, e quando alguns, que não creem em nosso poderoso Deus, ainda chegam para nos perguntar, mesmo depois de dizer que foi Deus quem a curou, como é que foi isto, nós respondemos:

“Se você não quer acreditar que foi Deus, só podemos lhe dizer que antes havia o cisto, e agora não existe mais.”

Deus seja glorificado, pois a Ele pertence a sabedoria, e o poder, e a glória, para sempre, amém!