quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Homens e mulheres dos quais o mundo não era digno - JOHN FAWCETT

Continuando a série sobre homens e mulheres dos quais o mundo não é digno, segue a história de John Fawcett, um homem que colocou o seu amor pelas suas ovelhas acima dos seu sonhos e anseios materiais.

John Fawcett (1740-­1817)

 


Aos dezesseis anos John Fawcett se converteu ouvindo uma fervorosa pregação de George Whitefield. Mais tarde, enquanto servindo como ministro em uma pequena congregação batista numa vila em Yorkshire, ele recebeu um convite para uma proeminente igreja em Londres. Ele estava alegre com a idéia de um salário maior e um grupo maior para conduzir no caminho do Senhor. 

Chegado o dia em que Fawcett pregou seu sermão de despedida, com a ajuda de seus amigos, carregou sua mobília em uns caminhões. Sob as lágrimas e os adeus da congregação sua esposa exclamou: "Oh, John, eu não posso suportar isto! Eu não sei como partir!" "Nem eu," ele respondeu.

Então ele disse com determinação: "Diga aos homens para descarregar a mobília e por tudo no lugar como estava antes." Esta incomum experiência inspirou John Fawcett a escrever o hino "Blest Be the Tie That Binds" (Benditos Laços São). 

Ele sacrificou a ambição e o interesse pessoal para ficar com o povo que o amou tão profundamente. 

Por mais de cinqüenta anos ele trabalhou na vila de Yorkshire com um modesto salário. Durante estes anos e abriu uma escola para jovens pregadores. Pelo seu serviço fiel e diligente nesta vila, ele recebeu a graduação de doutor em divindade da Brown University.

A sua vida demonstra que nós não precisamos galgar altas posições, mas devemos nos contentar com o que o Senhor tem nos feito. Se Fawcett tivesse ido para Londres, nós provavelmente jamais iríamos ter a alegria e o conforto da canção: 

Benditos laços são 
Os do fraterno amor 
Que assim, em santa comunhão 
Nos unem no Senhor


Extraído dos livros: Great Christian Hymn writers e 101 More Hymn Stories
Traduzido por Jairo Sena