sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Louvado seja Deus

No final de 2007, e início de 2008, meu coração estava abatido, eu estava triste pela situação que minha amada igreja se encontrava.

Embora os momentos fossem de desilusão e falta de esperança, Deus já estava trabalhando em nossos corações e vidas, forjando em nós mais uma faceta do caráter de Cristo.

Esta foi a minha oração no fim de 2007:


"Oh Senhor me ajuda a ajudar aos meus amigos a Te servirem mais e melhor. Me ajuda a ser um instrumento em Tuas mãos para que, através de meu proceder, eu possa mostrar aos meus amigos que a Tua alegria é a nossa força.

Assim como Jerusalém outrora fora grande, assim também, a nossa Primeira Igreja Presbiteriana do Recife já teve também os seus momentos de glórias e de bênçãos de Deus. Mas 2007 chegou trazendo consigo perdas lastimáveis.
Mas de todas as perdas, a que mais malefícios trouxe consigo, foi a perda do primeiro amor. E esta perda, nos trouxe conseqüências que ao final deste ano, se tornam tão notórias, que não podem deixar de serem mencionados.

No dia 31 de dezembro de 2007, vi com tristeza o resultado da frieza e descomprometimento com Deus e com a sua igreja, oriundos da perda deste tão importante e necessário primeiro amor: uma igreja que outrora já fora majestosa e cheia, vazia e triste. Vi na feição dos poucos presentes a tristeza e surpresa pelo baixo envolvimento da igreja consigo mesma.

Neste dia eu chorei, chorei porque por conta do meu pecado, de minha falta de uma vida de oração, por conta de eu ter me esquecido dos grandes feitos de Deus, me esquecido e perdido o meu primeiro amor a Jesus. A minha amada igreja alcançara a perda e melancolia.

Mas, apesar da tristeza, ouvi a mensagem da parte de Deus, que me falou conforme está escrito em Lamentações de Jeremias 3:20-27. Com destaque para o verso 21 que diz: "Quero trazer à memória o que pode me dar esperança".

Por isso, eu louvo a Deus, em silêncio suportarei o julgo, conseqüência de meus próprios atos, mas com a consciência de que as misericórdias do Senhor foi a causa de eu não ter sido consumido, e de que Deus não tardará em me acudi e me livrar de minhas dores."


Mas hoje eu louvo ao Senhor pelo que Ele fez em 2008, um dos anos em que mais vi envolvimento e dedicação de meus irmãos em Cristo, vi a igreja reagindo como a igreja de Cristo, trabalhando e se esforçando para fazer o trabalho do Senhor.

Louvado seja Deus, pois a obra foi toda dEle.
Que 2009 continuemos fazendo a vontade dAquele que nos chamou!

Nenhum comentário: