quarta-feira, 5 de novembro de 2008

NÃO, resposta positiva

Em minha adolescência li um livro sobre sexualidade cujo título era "Não, resposta positiva".

Hoje já beirando os 30 anos, percebo que o Não é tão importante na vida e para a sociedade quanto o sim.

"Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissessem NÃO quando necessário? Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor." (Karla Christine - Psicóloga Clínica)

"...Gente que não consegue dizer não aos próprios desejos. E assim são criados alguns monstros... Crianças e adolescentes que crescem sem ouvir bons, justos e firmes NÃOS crescem sem saber que o mundo não é só deles. O não protege, ensina e prepara." (Artigo de Maria Isabel, professora de Psicologia. Publicado no Jornal do Brasil.)

Hoje sou grato a meus pais, professores, sogros, amigos, pastores, chefes, tios que me disseram não, que me mostraram o significado desta pequena mais importante palavra, mas sou grato muito mais a Deus, por ter me ensinado que não é sim, uma resposta positiva.

Por conta disto posso dizer não:

Não, isto não é meu e por isso não posso levar comigo.
Não, não posso mentir, mesmo que pareça a melhor saída.
Não, não posso agir assim, muito embora esteja magoado.
Não, não posso falar isto, muito embora a pessoa mereça ouvir.
Não, não, não.

Eu sou o que sou, por conta de que nem sempre ouvi SIM.

Obrigado a ti Jesus, pois disseste sim a mim, disseste sim, este é meu filho, por quem morrir. E disseste não, ele apesar de ser assim, eu paguei o preço por ele.

Nenhum comentário: