sexta-feira, 15 de julho de 2016

Seja Deus verdadeiro, e mentiroso todo homem

“E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e mentiroso, todo homem, segundo está escrito: Para seres justificado nas tuas palavras e venhas a vencer quando fores julgado.” Romanos 3.3-4

Onde abundou o pecado superabundou a graça. Se alguns que receberam a palavra de Deus, não creram, antes se desviaram pelos seus próprios caminhos, fazendo o que lhes convinha e aprazia, desprezando as misericórdias e graça de Deus revelados através de Seu filho, Jesus, o Santo, isto não desfaz a justiça de Deus que jugará cada um segundo as suas obras, nem a fidelidade de que Ele chamou e salvará o Seus escolhidos.

Deus é sempre verdadeiro, e o homem é mentiroso. O homem engana aos seus próximos, mentindo, fingindo, omitindo. O ser humano não se revela, basta ver num início de namoro, como as pessoas são tão cuidadosas uma com a outra, mas basta o tempo ir passando para que se possa conhecer o real caráter e conduta de cada um.

O ser humano engana a si mesmo, quando escolhe ouvir a voz do seu próprio coração, se estribando em seus próprios entendimentos, se dizendo que o seu caminho é melhor que o caminho de Deus, revelado nas Santas Escrituras.

Mas a Deus o homem não engana, Deus sonda os corações, conhece as intenções, e julgará cada um segundo a sua conduta. Entretanto o nosso Deus é um Deus de misericórdia, que não se agrada em castigar seus filhos, mas derrama sobre eles a Sua graça, Seu amor e o Seu perdão, que nos foi outorgado através da Obra de Cristo na Cruz, que cumprindo a justiça de Deus, recebeu sobre si mesmo a justa ira de Deus.

Então o que nos cabe é: Desconfiarmos do nosso coração, confiar somente em Deus; Nos arrependermos dos nossos pecados, os deixando; Pedir a Senhor que nos sonde o coração e nos corrija os passos.


“Considero os meus caminhos e volto os meus passos para os teus testemunhos.” Salmos 119.59

Nenhum comentário: